Por ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO

Professor do DIN/UEM. Doutor em Ciência da Computação

 

Documento Digital – Produção de Conteúdo Digital

 

Informação compreende qualquer conteúdo que possa ser armazenado ou transferido de algum modo, servindo a determinado propósito e sendo de utilidade ao ser humano. Trata-se de tudo aquilo que permite a aquisição de conhecimento. A informação digital é um dos principais, senão o mais importante, produto da era atual. Ela pode ser manipulada e visualizada de maneiras distintas. Assim, à medida que a informação digital circula através de fluxos de trabalho que atuam sobre ela, sua representação e formato sofrem modificações, visando atender demandas específicas.

Dentro deste contexto, a produção de jornais, revistas e periódicos constitui uma das primeiras áreas onde as tecnologias para produção de conteúdo digital foi empregada e, hoje em dia, a maioria desses editores trabalham com conteúdo em diversos formatos como, por exemplo, XML (Extensible Markup Language). XML é uma metalinguagem que separa conteúdo de apresentação, oferecendo flexibilidade, interoperabilidade, extensibilidade e, principalmente, reuso. Dentre esses aspectos, a possibilidade de fácil reuso de conteúdo em diferentes mídias além do uso de recursos multimodais e elementos interativos abre o leque para inúmeras aplicações. Nesse sentido, se considerarmos, por exemplo,  a área de educação, pode-se explorar formas de publicação de documentos digitais com conteúdos pertinentes ao campo da física computacional, matemática, química, dentre outras.

Cabe salientar que ao se prover documentos digitais com recursos multimodais e elementos interativos, permite-se tanto um acesso mais fácil quanto um entendimento maior  desses conteúdos. Importante ainda observar que uma forma de transmitir conhecimento tácito é integrando simulação, por meio de elementos interativos, a documentos digitais. Como resultado, consegue-se ampliar a população alvo para difusão, aprendizado e uso de tais informações.

É importante ressaltar que com a popularização da Internet ao longo dos últimos anos, a inserção da XML e tecnologias suplementares de mídia digital têm redesenhado o cenário da produção dos, então, denominados documentos digitais. Nesse sentido, um documento digital pode conter figuras, gráficos, dados estruturados, representações dependentes do tempo como filmes, programas computacionais, dentre outras formas de visualização. Incorporar recursos adicionais de multimídia ao conteúdo textual promove a visualização multimodal, beneficiando várias categorias de produção de conteúdo digital. Além disso, o documento digital possibilita o entendimento de assuntos difíceis e abstratos em diversas áreas da educação. Perceba ainda que a utilização de recurso multimodal contido nos documentos digitais serve ainda para prover significativa parcela da população de acessibilidade a uma gama variada de conteúdo de maneiras distintas. Dessa forma, por exemplo, pessoas com deficiências visual, auditiva ou outros que tenham dificuldade de lidar com conceitos abstratos podem tirar proveito do acesso a documentos digitais.

Uma das principais questões na produção de conteúdo digital trata-se do método utilizado para representação de dados. Aliado a esse aspecto, outros requisitos que necessitam ser atendidos compreendem interoperabilidade, escalabilidade e flexibilidade. Nesse sentido, a XML oferece uma forma simples de representação e organização de dados, bem como torna o problema de incompatibilidade de dados gerenciável. Aliado a esses fatores, tem-se um subconjunto de padrões globais derivados da XML que são empregados no processo de produção de conteúdo digital como, por exemplo, MathML (Mathematical Markup Language), SVG (Scalable Vector Graphics) e SMIL (Synchronized Multimedia Integration Language).

Adicionalmente, deve-se ainda ressaltar que os provedores de conteúdo das mais variadas naturezas e educadores têm a necessidade de explorar novas formas de disponibilizar informações. Isto é uma realidade no cenário atual onde tem-se a educação cada vez mais valorizada, além do que educadores têm buscado novas formas de transmissão de conhecimentos. Também neste cenário, encontra-se os produtores de conteúdo digital que necessitam incorporar elementos interativos e recursos multmodais como encontrado nas diversas mídias. Nesse sentido, vale ressaltar que diferentes apresentações de um conteúdo constituem diferentes representações do conhecimento que ele contém. Além disso, diferentes pessoas têm percepção e compreensão diferentes das coisas através de cada representação.

Assim, um documento digital proporciona diversos benefícios quando incorpora recursos multimodais. Dentro desse contexto, MathML é uma aplicação XML orientada para área de Matemática com o objetivo de facilitar uso e reuso de conteúdo matemático ou de natureza científica necessário na produção de conteúdo digital. MathML permite a manipulação e apresentação de conteúdo científico, além de dispor de conversores para conversão para outras notações, sendo interoperável, e.g., com TeX.

Por outro lado, SVG é uma aplicação XML que permite a editoração e manipulação de elementos gráficos. SVG faz uso da XML para definir o formato desses elementos. Documentos SVG possuem uma série de vantagens, quando comparados a outros formatos, podendo ser manipulados e convertidos por várias ferramentas. Também, integra-se facilmente a tecnologia Java. SVG oferece suporte a troca, manipulação e apresentação de informação gráfica de modo inteligente, possuindo vantagem competitva diante do Flashä. Empresas envolvidas no desenvolvimento e difusão da SVG compreendem Sun Microsystems, Adobe, Apple, IBM, Kodak, dentre outras.

Já SMIL é uma tecnologia baseada em XML para descrever o controle, leiaute e sincronização na produção de conteúdo digital com recursos multimídia.  Recursos como áudio, animações e controles em tela, dentre outros, podem ser adicionados a documentos digitais. SMIL permite a integração de recursos multimídia (texto dinâmico, áudio e vídeo) a conteúdo digital, proporcionando produção e apresentação de conteúdo digital no estilo de TV.

Para saber mais sobre essas tecnologias, o leitor pode consultar os sites abaixo:

XML (Extensible Markup Language)

World Wide Web Consortium (W3C)

http://www.w3.org

 

Página XML do W3C

http://www.w3.org/XML

 

Conjunto de recursos sobre XML

http://www.xml.com

 

Página do Oasis XML Cover Pages

www.oasis-open.org/cover

 

Mathematical Markup Language (MathML )

 

Página do W3C sobre MathML

http://www.w3.org/Math

 

Página do W3C sobre contendo documentação sobre MathML 2.0

http://www.w3.org/TR/MathML2

Página do W3C sobre contendo informação sobre editor e browser Amaya

http://www.w3.org/Amaya

 

Página do Oasis XML Cover Pages com material sobre MathML

http://www.oasis-open.org/cover/mathML.html

 

Scalable Vector Graphics (SVG )

Página do W3C contendo documentação sobre SVG

http://www.w3.org/Graphics/SVG

 

Página do W3C contendo documentação sobre SVG

http://www.w3.org/TR/SVG

 

Synchronized Multimedia Integration Language (SMIL )

Página do W3C sobre SMIL

http://www.w3.org/AudioVideo

 

Página do W3C contendo documentação sobre SMIL

http://www.w3.org/TR/Rec-smil

 

Página contendo informações adicionais sobre SMIL

http://smw.internet.com/smil/smilhome.html

 

 
 

clique e acesse todos os artigos publicados...

http://www.espacoacademico.com.br - Copyright © 2001-2004 - Todos os direitos reservados