O design e sua importância em aparelhos celulares

 

Por ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO
Professor do Departamento de Informática da UEM. Doutor em Ciência da Computação.


O século passado foi marcado por diversos avanços tecnológicos e, notadamente, durante a década de 90 testemunhamos significativos progressos e a convergência das indústrias de telecomunicações e computadores. Resultado disto envolve várias aplicações combinando ambas tecnologias. É notório que o nosso cotidiano tem sido marcado por uma cultura de trabalho e comunicação onde tempo e lugar deixam de ser aspectos críticos e no qual as pessoas encontram novas formas adequadas de separar e unir tanto vida pessoal quanto de trabalho ou negócios. As metas de atividades de trabalho e lazer requerem a coleta e distribuição de informações, onde precisamos lembrar de compromissos das mais diversas naturezas que implicam na necessidade de saber lugar e horário desses compromissos. Dentro deste cenário, diferentes maneiras de alcançar tais metas são prováveis de mudar em função dos dispositivos e sistemas que têm tornado-se disponíveis para os consumidores.

Por acaso, você já procurou saber o que tem tornado os sistemas e dispositivos eletrônicos e, especialmente, os telefones celulares mais fáceis de serem utilizados pelos usuários?

Os telefones celulares, disponíveis hoje no mercado, impõem desafios em termos de design que requer habilidades dos projetistas. O Dicionário Aurélio define design como “concepção de um projeto ou modelo; desenho-de-produto”. Dentro deste contexto, os projetistas de um aparelho celular têm de fazer o design da interface de usuário a qual deve oferecer suporte a funções tais como: selecionar ou salvar na agenda um número de telefone. Assim, o design deve possibilitar o mapeamento de tais funções ao pressionar de um ou mais botões do aparelho de maneira intuitiva para o usuário.

Aqui, entra em cena a usabilidade dos aparelhos de telefonia celular. Dizer que um aparelho ou sistema oferece suporte a usabilidade implica que ele é fácil de usar e aprender. Também, a usabilidade de aparelhos de mão tipo palmtop ou celulares dependem de maneiras efetivas de interação as quais utilizam novas formas de uso da multimídia na telefonia móvel. Dessa forma, uma importante e desafiadora questão de projeto é que tais aparelhos celulares devem ser ‘inteligíveis’ independente da cultura e linguagem da população consumidora. Os aparelhos celulares impõem características de design próprias que os diferem dos computadores pessoais (PCs):

Propósito e funcionalidade limitada
Não necessariamente extensível ou atualizável
Menos complicado comparativamente ao PC
Fácil de aprender e usar
Seus usuários são, geralmente, leigos

Adicionalmente, a criação de modelos de telefones celulares tem sido influenciada pelo ambiente de negócios o qual é caracterizado pela constante pressão e necessidade de mercado por modelos inovadores assim como significativo avanço tecnológico. Neste contexto, tais dispositivos pressupõem a participação efetiva de um designer, pois do contrário, a não participação deste profissional pode incorrer em problemas tais como:

Aplicações não intuitivas
Falta de padronização
Navegação confusa entre telas
Uso desordenado de cores

Problemas como esses mencionados acima, via de regra, causam impacto negativo no produto e com certeza afastam eles de seus consumidores. Possíveis comentários dos usuários podem englobar:

Como eu posso chegar a tela de agenda?
Quais teclas devo pressionar para (des)ativar o toque sonoro?
Agora eu disponho de cores, por que não usá-las?

Note que o usuário prefere sistema de fácil uso, mesmo com funcionalidade mais simples, a sistema funcionalmente mais "poderoso", porém de manipulação complexa e pouco intuitiva. E qual a palavra chave num design? Simplicidade. Este elemento chave de uma solução  de design pode ser traduzido em naturalidade e intuição no uso, total sintonia com as necessidades e experiências dos usuários. Interessados em conhecer um pouco mais sobre como colocar simplicidade no design da interface de usuário de dispositivos podem consultar a página http://www-3.ibm.com/ibm/easy/eou_ext.nsf/Publish/561 que contém conceitos e diretrizes de design.

 

ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO

     

 


http://www.espacoacademico.com.br/19amsf.htm - Copyright © 2001-2002 - Todos os direitos reservados