Por ANTONIO OZAÍ DA SILVA
Docente na UEM e doutorando na Faculdade de Educação da Universidade de S. Paulo

 

Cartas ao Lula: esperanças e ilusões

“Se houvesse bula de ilusão, ela conteria ingredientes como desejo, esperança e a presença do futuro no presente.” (Anna Verônica Mautner) [1]

 

Folha On LineAs cartas abaixo foram escritas em fins de 1989 e inícios dos anos 1990 e dirigidas ao candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Li essas missivas há muito tempo, mais precisamente nos anos 90, quando pesquisava sobre o Partido dos Trabalhadores, as organizações e tendências políticas de esquerda. [2] São palavras que expressam carinho, sonhos e a realidade do povo brasileiro.

Passaram-se quase 13 anos e os tempos são outros. Nesse período, mudamos nós, Lula e o PT. Mas não mudaram os nossos sonhos. Essas cartas bem que poderiam ser escritas no momento atual. Elas sintetizam as esperanças de milhões de brasileiros em relação a um possível governo Lula. São palavras que, pelo seu significado, merecem ser lidas, relidas e registradas para a história. (Mantivemos a grafia original)

“Lula nos queremos uma vida melhor o povo que eu também quero. Lula eu só tenho 9 anos mas tivesse 16 anos eu votava em você.” (29.11.89)

“Minha filha tem 8 anos e, essa cartinha que você está lendo foi iniciativa dela, foi feita por ela, sozinha. Gostaria de ter a certeza de que você leu essa cartinha. Dê um jeito dela saber isso. (...) “Socialismo só tem lógica com liberdade, autonomia sindical e democracia. Sem o Lula não vai ter liberdade no Brasil. Ass: R., 8 anos.” (07.12.89)

“Sou uma garota pobre e tenho 14 anos, não sou eleitora, mas sou brasileira e quero um futuro melhor.Sei que você já foi pobre e sabe as dificuldades que temos. A nossa vida é muito amarga. Meu pai de casa as 5 horas da manhã e só volta às 6 horas da noite, só assim conseguimos nos manter. Só você pode mudar o Brasil, você tem muita capacidade. Lula espero que você ao ser eleito melhore a educação do Brasil, estudo numa escola pública, meus professores não são de (...), eles dizem que pagão pra vim dar aula aqui, porque o salário que eles ganham não dá pra pagar. Estou cansada de sofre, por favor nos de uma luz, melhori nossas vidas. Não quero ser marajá, quero trabalhar e no final do mês receber um salário justo. Espero que você tire o Brasil do buraco, estamos afundando, neles!!! O Brasil não precisa de aprender a colorir, mas ler, escrever e pensar.O Brasil precisa de lula presidente. Que brilhe nossa estrela.Muita sorte!!!” (22.11.89)

“Sr° Lula é com muito respeito por sua pessoa que lhe escrevo esta. Espero que seja lida minha carta. Por mim, pelos meus filhos e todos os brasileiros, quero lhe pedir um grande favor. Primeiro quero lhe dizer que aqui em casa tudo é Lula. Estamos torcendo muito pela sua candidatura a Presidente do Brasil. Embora o Brasil esta cada vez mais dificil de governar, mais nós brasileiros contamos com voce (Boa sorte) Srº Lula o meu pedido especial é que voce como Presidente da Republica tem todo o direito de impedir, ou fazer para com que parem as Usinas Nucleares parem de serem construidas e nunca venha a funcionar no Brasil. Não existe quaze nada que me atormente tanto, como pensar em Usinas Nucleares. A vida tem tanta coisa boa, mais a ganancia pelo dinheiro e pelo poder gera esse tipo de falta de sossego para as pessoas, que são essas horriveis Usinas Nucleares. Acho que nós seres humanos viemos ao mundo para viver e não para submetermos a ter que aceitar que alguém por ganancia coloque esse nosso direito de viver, em perigo.O ser humano não precisa de Usina Nuclear, precisa é de ar par respirar. O meu maior apelo a voce, é esse, espero que seja bem recebido esse meu pedido e ninguém tem uma certeza maior, de que voce será o nosso Presidente.” (10.11.89)
“(...) Sabe eu... tenho 14 anos. Meu Pai só comenta, a 10 anos atraz ele estudava a noite comprou um carro em 24 meses e comprou material para nossa casa. Hoje meu pai vive muito nervoso não ganha bem, o carro é o mesmo, e não pode pagar escola particular para eu desenvolver as caricaturas que aprendi pela benção de Deus. Meu Pai dis ate hoje os doutorados que governou este Brazil, so deixou 3 coizas, o rico e o pobre, e a inflação para melhorar o rico. Sr. Lula tenho 14 anos de idade não esqueça de uma coisa, a nossa estrela P.T. tem 5 Braços, mas você Lula se ganhar a prezidencia não se esqueça, um Lula tem 8 Braços tome conta do nosso Brazil. (03.11.89)
“Prezado Lula, sou uma empregada doméstica. moro aqui (...), Lugar tão esquecido pelos governantes, gostaria de saber quais os teus planos para o nosso vale. Lula acredito em voce e na sua luta. só não vota em voce aquele que não enxerga a mentira estamapada no rosto do outro candidato, olha Lula tenho uma colega que fala assim. não vote no lula porque ele é comonista e da esquerda, gostaria que me explicasse o que é ser comunista e da esquerda. (...) Lula voto em voce, porque confio em voce e acredito na sua luta. peço a Deus que te de forças para melhorar nosso Brasil. (...)” (13.12.89)
“Lula”. Você não me conhece, mas, eu sou uma Lulista e Petista que vibrou, lutou, trabalhou e fez campanha pra que você fosse o nosso tão sonhado e esperado presidente. Eu, como todos os outros Lulistas e Petistas ficamos muito triste com sua derrota. Esperávamos que o Colorido se ferrasse com o seu próprio veneno. Queríamos você.Você só você.Nosso Presidente. Chorei muito e briguei muito também (...). Gostaria que você soubesse o quanto sinto tudo o que aconteceu. Você passou para mim e toda a minha família muita sinceridade e esperanças de ter-mos o nosso Brsil melhor. Sempre votei no PT e em você, pois, vocês tem muita fibra, coragem, enfim tudo o que precisamos. (...) Achei uma grande injustiça aquele colorido ganhar. Porque não você? Fiquei muito emocionada com tudo o que aconteceu (Pensei que ia morrer de desgosto). (...)” (20.12.89)
“Meu querido Lula, nem sei como consegui agüentar o que nos aconteceu. Sofri tanto que pensei que fosse morrer. Sei que você ficou magoado e não é para menos. (...) É a vida, né? De minha parte perdi toda a esperança, não acredito em mais nada. Lutei com todas as minhas forças, o que mais eu queria na vida era te ver presidente. Se fosse preciso morrer pra que isso acontecesse eu morria feliz. (...) Admirava a tua coragem, a tua força, a tua garra. Você era prá mim a realização de um sonho, a ilusão de que uma pessoa como eu pudesse ser presidente. Pena que foi só sonho. Hoje tá fazendo um mes que o sonho acabou. Estou me recuperando devagar. Não é fácil não. Mas vai passar, tenho certeza. Lula, não abandona a gente não viu. Nós precisamos de você. Sei que esse povo ingrato não te merece mas por favor não deixe a gente. Faz um esforço, esquece tudo o que aconteceu e dá a volta por cima. Você é capaz. (...)” (16.01.1990)
“Exmo. Sr. Luiz Inácio Lula da Silva (...), tenho 9 anos, (...) fiz a 3ª série no ano de 1989, agora que vou fazer 10 anos passei para a 4ª série. Na eleição para presidente você ganhou o meu voto, eu fiz campanha para você, lamentei você ter perdido a eleição (...). Mas para mim você não perdeu, você ganhou o meu voto, para você eu não sei se isto é importante, mas para mim é muito importante porque mesmo você perdendo a eleição eu sei que votei para o homem certo eu acho que com você na presidência o Brasil melhoraria bastante, porque você é o único que foi pobre já sentiu o que é pobreza, só um humilde ex-operário para saber do que o Brasil precisa. Assim como milhares de brasileiros, espero que você se candidate na próxima eleição. Com toda certeza você ganhará. Gostaria de conhecêlo pessoalmente e saber assim suas idéias governamentais.” (09.01.1990)
“Companheiro Lula: Queremos Atravéz desta parabenizar a sua grande capacidade de conscientização do nosso Povo Brasileiro, Ainda não foi dessa vez. mas tenho muinta fé é serteza que em breve nosso Povo vai ter o Brasil do nosso Sonhos devemos nós manter organizados para conquistar nossos objetivos.Pelo outro lado sabemos das dificuldades encontradas, pois a grande elite do nosso Pais, jogam sujo. com medo de perder o poder.O trabalhador Brasileiro na verdade não perdeu. deu uma lição de moral mas de uma coisa temos serteza seremos  mas respeitados; (...) queremos pedir que não desanime, pois agrande mudança está proximo acontecer.Estamos sempre do seu lado, por sabemos da sua capacidade é do seu patriotismo. Pois Você sempre está no caminho certo sempre defendendo. A classé Trabalhadora tão sofrida deste Pais. (...)” (27.12.89)
“É com muita satisfação e orgulho que escrevo ... para expressar minha felicidade ao chegarmos ao 2º turno, vamos lá PT, vai lá Lula vamos ganhar essa batalha, vamos porque somente com o PT poderemos ter a esperança de um país mais digno, mais humano, mais honesto, precisamos dar um basta em tanta corrupção, tanto descaso com os mais humildes, com os índios, com os aposentados, vivemos num país totalmente desacreditado e falido onde o nosso daqui a pouco é um ponto de interrogação qual será o futuro de nossos filhos, um país cheio de escândalos sem solução, cheio de falcatruas, precisamos acabar com essa palhaçada. (...) Sabemos que vai ser difícil, que sofreremos marcação serrada, mas com força de vontade, garra, desejo de um país melhor, ponderação, disposição e paciência chegaremos lá.” (21.11.89)

Lemos palavras que expressam sonhos, mas também tristezas. Elas traduzem um momento ímpar em nossa história. Um dado que chama a atenção nas cartas selecionadas é a faixa etária: naquele tempo, como hoje, Lula conquista a simpatia de crianças e jovens; também é chamativo a simplicidade das exposições e o tom respeitoso de cumplicidade e admiração. Quantos sonhos não foram depositados em Lula? Quantos terão sido destroçados com a passar dos anos?

Em geral, as pessoas mais simples se mantêm fiéis aos líderes (é preciso uma decepção muito grande para abandoná-los). A cizânia é mais comum nos círculos militantes. Critica-se as alianças lulistas, o reformismo petista, as metamorfoses no discurso e na prática política de Lula e do PT. Está certo! Mas quais alternativas restam? Claro, o voto nulo ou no candidato do governo. Mas, em política, como nas demais dimensões da vida, pagamos o preço pelas opções que tomamos.

O que talvez os revolucionários de plantão e intelectuais encastelados em suas torres de marfim não compreendem é que a candidatura Lula, com todos os equívocos e críticas que possamos listar, catalisa anseios e esperanças de milhões de pessoas, gente simples que não votam esperando a revolução, mas simplesmente por mudanças palpáveis e imediatas que melhorem as suas vidas e lhes resgatem a esperança. No fundo, no fundo, o que a maioria das pessoas desejam são coisas muito simples: pão, emprego, moradia, segurança, educação, diversão ... Os que lhes prometem o paraíso na terra, precisam ter a sensibilidade de compreendê-las.

Pode-se criticá-las por se agarrarem às ilusões do cotidiano e de não pensarem para além do imediato (no linguajar político, isso se denomina reformismo). Mas serão essas ilusões menos significativas do que as nossas ilusões revolucionárias? Na verdade, todos nós nos alimentamos de ilusões (e muitas vezes desenvolvemos sofisticados discursos para justificá-las e dar-lhes um caráter racional).

Iludir-se é enganar-se, tomar uma coisa pela outra e, erroneamente, interpretar as sensações e os fatos reais; ilusão é logro, devaneio. Mas, a vida, como dizemos os revolucionários, é dialética: o que é negativo, também pode ser positivo, ou ser ambos em permanente contradição. Sem as ilusões a vida se torna insuportável.

__________________

[1] Anna Verônica Mautner. Voto. Folha de S. Paulo, 06.10.02.
[2] Esta pesquisa resultou no livro Partido de massas e partido de quadros: a social-democracia e o PT (São Paulo, CPV, 1996) e na dissertação Os partidos, tendências e organizações marxistas no Brasil (1987-1994): permanências e descontinuidades (Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da PUC/SP, sob a orientação do saudoso Maurício Tragtenberg )

ANTONIO OZAÍ DA SILVA
     

 


http://www.espacoacademico.com.br - Copyright © 2001-2003 - Todos os direitos reservados